Tag

limpeza

Browsing

Todo mundo sabe que a poeira não faz bem à saúde. Mas nem todo mundo conhece as dicas de como tirar pó da casa de um jeito bem simples, fácil e que vai melhorar em 100% os ambientes da sua residência, bem como o ar que você respira enquanto tá em casa, enquanto assiste um filminho no sofá, enquanto dorme.

A gente não sabe qual é a sua reação quando vê um móvel com aquela camada fina de poeira, mas a nossa é já ir correndo pegar um paninho seco ou um espanador para dar fim nela. Ou será que é melhor recorrer ao aspirador de pó? Ou deveríamos usar um pano úmido? Calma, calma. A gente vai tratar dessas e de outras dúvidas comuns neste artigo, que vai te ensinar direitinho como tirar pó dos móveis da sua casa.

1ª dica: fique de olho no espanador

Ele ajuda, é claro, a espalhar a poeira para outro lugar 🙂 Se seu objetivo for só tirar o pó que tá visível sobre um móvel para escondê-la em outro canto qualquer, o espanador é um ótimo aliado! Então, se está se perguntando “devo usar o espanador para tirar pó em casa?”, nossa resposta é: “só se você tiver pressa e não quiser limpar de verdade”.

Bom, mas “como eu devo tirar o pó dos móveis, então? Me dá um help!”. A gente dá nas próximas dicas. Gostamos de te ajudar sempre que precisar 🙂

2ª dica: retire os objetos do lugar

É mais fácil tirar pó dos móveis se você remover primeiro os obstáculos do seu caminho. Objetos de decoração, controles remotos, vasos de plantas, porta-retratos, souvenirs diversos que a gente vai acumulando, tudo isso acaba deixando seu trabalho mais difícil. A dica aqui é primeiro você remover tudo do lugar, passar um pano seco, sem fiapos, em todos eles, e deixar tudo separado em um local (sobre o sofá, sobre a mesa, dentro de uma caixa – só cuidado para não quebrar nada, tá?). Depois, seu caminho vai estar livre para o paninho que você vai passar. Indicamos um pano de microfibra, pois ele absorve melhor as partículas de pó.

3ª dica: comece de cima pra baixo

A gravidade pode ser vista como uma aliada nesses casos, se souber trabalhar com ela. Por isso, sempre que for tirar pó dos seus móveis, comece sempre pelo que está mais alto. Se tiver estantes, as prateleiras superiores vêm primeiro. Se tiver prateleiras nas paredes, também. A tendência é o pó flutuar um pouco pelo ambiente, mas ele vai descer e cair no chão – por isso, varrer e passar pano no chão é sempre a última tarefa, ok?

4ª dica: use materiais adequados para tirar pó

O mistério da limpeza perfeita é o material de limpeza perfeito. Por isso, garanta que você tenha em mãos os paninhos ideais para remover pó dos objetos e móveis. Já recomendamos aqui o pano de microfibra, que aguenta até 7 vezes o próprio peso e, por isso, segura mais partículas. Mas se não tiver um desses em sua casa, não tem problema! Você pode cuidar dos móveis com outros panos, mas prefira aqueles que não soltam fiapos para uma limpeza mais ágil. Para tirar pó dos móveis, uma ideia é usar um pano bem limpo e úmido com água, pois a poeira vai grudar no pano em vez de voar pelo ambiente e cair em outro espaço que você já limpou. Depois disso, volte com um pano seco removendo os excessos de pó, de água ou de marcas que possam ter ficado na superfície.

5a dica: não se esqueça dos cantinhos

Tirar pó das superfícies é fácil. O complicado é retirar o pó que se acumula nos lugares que ninguém vê: dentro dos armários, nos cantinhos das portas, sobre os rodapés ou dentro das divisórias das portas de correr, embaixo da cama e do sofá, atrás dos seus móveis, em cima dos armários, sobre os varões das cortinas. Ufa! A lista é enorme de lugares onde podemos encontrar pó escondido em casa, então o segredo é separar um dia para um faxinão completo, desses de tirar tudo do lugar para garantir que nem pó, nem poeira, dividam a casa com você.

Mas quer saber a melhor dica para dar jeito na sujeira? Chama a gente! Pede uma ajuda! Pede um help! A gente adora tirar pó da casa das pessoas, porque existimos pra isso mesmo: para proporcionar a você uma casa sempre bem cuidada <3

A cozinha é o ambiente da nossa casa que acumulamos mais coisas, não é mesmo? Utensílios, panelas, copos, potes, talheres e por aí vai. Sem contar nos alimentos, que não são poucos. A lista de coisas que precisamos organizar em uma cozinha é gigante. Imagine, então, fazer essa mágica em uma cozinha pequena… Tarefa complicada, mas não pra gente! Se quiser uma mãozinha na organização da casa, é só pedir nossa ajuda que vamos correndo descobrir como organizar a cozinha pra você.

Mas até lá, resolvemos trazer algumas boas práticas e ideias aqui pra você se virar por conta própria. Vamos lá?

Dica #1 – organizar é diferente de arrumar

Se você tem pouco tempo e quer só dar uma aparência melhor para sua cozinha, você precisa arrumar. Arrumar significa tirar dali e colocar lá; lavar a louça e guardar onde você geralmente a coloca; deixar de fácil acesso aquilo que você mais usa. Isso é arrumar. Organizar tem outro papel: é um trabalho estratégico; é tirar tudo do lugar e rearranjar a ponto de fazer tudo ficar mais prático e funcional e esteticamente mais agradável.

Dica #2 – como organizar os itens da minha cozinha

Entendida as diferenças entre uma coisa e outra, é hora, então, de entender como podemos otimizar o espaço em uma cozinha pequena, seja num apartamento de 1 quarto ou num studio, que tá na moda e a gente adora! Gostamos muito de um passo a passo também. Vamos ver o que criamos pra você?

Passo #1 – praticando o desapego

Jogue fora sem dó. Se não usa, não tem porque guardar 😉 Numa cozinha pequena, o desapego é amigo do bem-estar. Por isso, a primeira tarefa que você tem a fazer é olhar para cada objeto, para cada utensílio, e pensar: “com que frequência eu uso esse negócio?”. Se sua resposta for “quase nunca”, desapegue, doe, venda. Faça o que achar melhor, menos guardar de volta em seus armários, tá? 🙂

Passo #2 – investindo na organização

Para deixar a casa do jeito que merecemos, precisamos investir um pouquinho. Mas é só um pouquinho mesmo, sério! Seus armários tem mais espaço do que você imagina. E saber otimizá-los é fundamental para descobrir como manter uma cozinha pequena organizada. Você conhece prateleiras internas? A Aramado tem várias delas super lindinhas e práticas, que você pode usar na parte de dentro para otimizar a organização dos armários. Mas se quiser prateleiras ainda mais econômicas, você encontra facinho dando um Google em “prateleiras para organização”. Anota essa dica aí!

Passo #3 – os opostos não se atraem

Coisa parecida com coisa parecida, tá? O que queremos dizer? Que prato vai com prato. Copo com copo. Comidinhas com comidinhas. Se você organizar seus utensílios de cozinha por afinidade, vai logo ver que fica muito mais prático encontrar o que você precisa, sem ter que tirar tudo do lugar para achar aquele abridor de lata ou aquela taça pra noite de vinho com os amigos.

Dica #3 – eletros estrategicamente localizados

Se você usa a cafeteira todos os dias, vale deixá-la sobre o balcão da pia ou em alguma prateleira aberta; se você usa a sanduicheira em todo café da manhã, quem sabe não é melhor deixá-la em um lugar fácil de pegar e guardar? Nossa dica aqui já tá clara: posicione seus eletrodomésticos de acordo com o uso. Se você tem costume de usar o liquidificador, por exemplo, talvez ele possa ficar dentro do armário, num cantinho escondidinho. Agora, se você é do crossfit, já sabe que vai precisar bastante dele ou do mixer, então é melhor encontrar um lugar mais prático para eles.

Cada pessoa é de um jeito e cada casa também vai ser.

Só depende de você quebrar um pouquinho a cabeça para encontrar o melhor lugar para posicionar seus bens 🙂

Dica #4 – a geladeira é um ótimo armário

Uma saída bem útil para cozinhas pequenas é duplicar a função da geladeira. Potinhos, louças e até alimentos que não precisam ficar na geladeira podem encontrar uma boa morada nela, assim você consegue otimizar os espaços dos armários para o que for maior. A dica de ouro aqui é adotar uma prateleira como armário e, as outras, para cumprir a função para a qual foram criadas: resfriar seus alimentos \0/

Se depois de todas essas dicas você ainda olhar pra sua cozinha e se sentir perdido ou perdida, sem saber direito onde guardar isso, onde pôr aquilo, pede um help! A gente adora organizar as coisas na casa das pessoas e ver um sorriso ao perceber que sua cozinha pequena tem solução. É só saber encontrá-la.

Você sabia que existem produtos mágicos escondidos na nossa cozinha, que podem transformar a forma como você cuida da sua casa e das suas roupas? Estamos falando do vinagre (e já falamos bastante de como usar vinagre na limpeza da sua casa em outro artigo). Dessa vez, vamos ensinar como usar vinagre para lavar roupas, um produto multiuso que esconde vários segredinhos – até agora 🙂

O vinagre pode ser usado como substituto do sabão em pó ou sabão líquido, do alvejante e até do amaciante de roupa – essas são as 1001 utilidades do vinagre. Por tudo isso, o vinagre passou a ser um aliado e tanto na hora de lavar roupa, porque não agride o ambiente como os produtos químicos tradicionais e é bem mais barato que qualquer amaciante, sabão ou alvejante. Vamos aprender como usá-lo, então?

Vinagre no lugar do amaciante

Coloque 1 xícara de vinagre branco no lugar do amaciante para garantir roupas macias e limpas, sem deixar cheiro algum. Além de amaciar, o vinagre ajuda na remoção de manchas.

Vinagre para substituir o alvejante

Não é só para amaciar, não. O vinagre também pode ser usado nas roupas brancas. Separe só as peças brancas para a máquina de lavar, tanquinho ou lavagem à mão mesmo. Com uma xícara de vinagre diluída em água ou no compartimento próprio do alvejante da sua máquina de lavar, você consegue deixar roupas brancas ainda mais brancas. A gente já testou e funciona. Quer que a gente teste pra você? É só chamar! 🙂

Vinagre para multi benefícios

Que o vinagre tem muitos benefícios você já sabe. O que você pode não saber (ainda) são os outros benefícios do vinagre na lavagem das roupas. Sabia, por exemplo, que o vinagre elimina as bactérias que vivem na sujeira das roupas? E sabia que ele também elimina os fiapos das roupas, pois atua contra a eletricidade estática das peças? E que o vinagre também reforça a cor dos tecidos tingidos? Uma dica é deixar as roupas coloridas de molho por 10 a 15 minutos num balde com água e vinagre antes da primeira lavagem, assim você pode bater tudo na máquina depois sem se preocupar em manchar as peças vizinhas.

O vinagre pode ser usado para remoção de manchas de diferentes tipos também. Veja só:

Para manchas de suor:

Pegue 1 colher de sopa de vinagre para cada 250 ml de água (1 colher para 1 copo americano). Use essa proporção para preparar uma solução morna e coloque a peça manchada de molho. Aguarde 15 min, retire e torça a peça e lave-a normalmente. Você vai logo ver que a mancha vai diminuir ou mesmo desaparecer.

Para outras manchas:

Misture 3 colheres de sopa de vinagre, 2 colheres de sopa de detergente líquido e 4 xícaras de água. Passe essa solução sobre as manchas que você quer remover, deixe agir por um tempinho curto e lave a peça na sequência. Nada de ficar esfregando, esfregando, até porque pode esticar sua roupa – e ninguém quer estragar roupa de ninguém 🙂

Vinagre para limpeza da máquina

Não são só as roupas que se beneficiam do vinagre; a própria máquina de lavar também pode ficar limpinha com ele. Coloque uma xícara de vinagre branco no compartimento de sabão e coloque a máquina para trabalhar sem nada dentro. O vinagre age como um potente limpador, para remover as sujeiras e odores que se acumulam por conta da umidade.

Parece mágica, a gente sabe, mas é só um pouco de conhecimento técnico sobre como deixar a casa limpa mesmo. Você já sabe que pode contar com nossa ajudinha para roupas mais limpas e cheirosinhas, não é? E pode pedir um help para várias outras coisas também, como limpar a casa, como passar roupa e tudo aquilo que estiver relacionado ao cuidado da sua casa ou ao cuidado do seu apê. Quer um help? Toca aqui!

Ninguém gosta de perder tempo com a limpeza da casa, não é mesmo? Bom, a gente adora! 🙂 Por isso, se precisar de um help pra cuidar do seu cantinho, pode chamar a gente que vamos rapidinho! Mas se você é do tipo que prefere garantir a arrumação por conta própria, tudo bem também.

Já trouxemos aqui 10 dicas para deixar a casa sempre arrumada. Mas neste artigo de hoje, vamos trazer algumas dicas de como arrumar sua casa de um jeito bem rapidinho e aumentar sua produtividade. Você bota a casa em ordem e, de quebra, ainda sobre tempo pra curtir seu sofá. Vamos nessa?

Dica #1: começando pelo quarto

É pra ser uma arrumação express, então comece pela cama: estenda uma colcha, organize os travesseiros; depois organize o que está em volta, começando por guardar qualquer roupa, acessório ou calçado que estiver espalhado pelo ambiente. Isso já é metade do caminho para ter um quarto organizado.

Por fim, passe um espanador sobre os móveis e um aspirador de pó no chão por último.

Se tiver tempo e vontade (rs), passe um pano úmido no chão depois de tudo isso, para remover qualquer restinho de poeira. Isso é tudo o que você precisa saber sobre como deixar o quarto arrumado rapidinho.

Dica #2: dando um trato no banheiro

Banheiro parece complicado, mas dá pra limpar rapidinho. Comece retirando o lixo e, depois, guardando tudo o que está fora do lugar: papel higiênico, escovas e pastas de dente, cremes e perfumes, objetos sobre a bancada da pia. Depois, coloque um pouquinho de detergente neutro ou um produto de limpeza multiuso num pano limpo e sem fiapos e comece limpando o box, depois o vaso (a parte de fora e, também, a de dentro com uma escova de vaso) e, por fim, a pia.

Com uma buchinha de lavar louças e detergente você esfrega a louça da pia e a torneira, daí é só jogar água sem dó para tirar o sabão.

Com um papel toalha, você limpa os espelhos e, para finalizar, limpe o chão com um pano úmido, com o produto de limpeza de sua preferência (dica de como deixar o banheiro cheiroso: escolha um produto que cheira bem forte – sabe aquele cheiro de limpeza? Então, esse).

Dica #3: ajeitando a cozinha

Comece pela pia, lavando suas louças acumuladas. Depois, com a água da própria pia, detergente líquido e a própria buchinha de lavar louças você já deixa a bancada limpinha.

Com um rodo de pia você retira a água rapidinho e nem precisa secar.

Depois da pia pronta, é hora de passar um paninho úmido nos eletrodomésticos da sua cozinha: microondas, geladeira, fogão, sanduicheira e qualquer outro objeto que fique à mostra. Primeiro, um paninho úmido com detergente neutro ou um produto de limpeza multiuso (tipo um Cif, sabe?). Depois, um pano seco para retirar qualquer excesso. Terminou essa tarefa, hora de passar o mesmo paninho úmido nos armários, para remover a poeira e qualquer outra sujeira (mas vale lavá-los algumas vezes no processo, tá?). Por fim, é só retirar o lixo da lixeira, varrer ou aspirar o chão e voltar com rodo e pano úmido, para garantir uma cozinha limpinha bem rapidinho 😉

Veja, neste outro artigo, como manter a cozinha organizada.

Dica #4: deixando a sala arrumadinha

A sala é fácil: guarde qualquer bagunça solta, como chinelos jogados (eles sempre estão lá), almofadas espalhadas e objetos do dia a dia, como chaves, papéis, carregadores de celular, livros e por aí vai. A lista é grande, mas você vai saber se organizar. Depois, é hora de vir com um espanador (ou um pano seco) tirando o pó dos móveis, como racks, estantes, mesas de centro e de canto, TV e de todo o equipamento eletrônico que temos em nossa sala… E do que mais você encontrar. Por fim, é hora de cuidar do chão: aspirar o tapete e o sofá, varrer todos os espaços e finalizar com um belo pano de chão úmido, com um produto cheiroso de sua escolha.

Dica #5: área de serviço e sacada é só ajeitar

A sacada pede cuidados, e ela geralmente é facinha de limpar. Retire pó dos móveis e objetos e, depois, é só aspirar ou varrer a sujeira do chão. Se não tiver afim de lavar, venha com um pano úmido por toda a superfície e pronto! Depois, é só deixar secar. 

A bagunça a gente acumula tudo na área de serviço, não é? Então, é hora de organizar. 

Caixas organizadoras são itens econômicos e ajudam bastante a resolver a falta de lugar para guardar a bagunça. 

Se tiver armários, é hora de usar e abusar! Guarde tudo o que estiver solto dentro deles, lave os panos que usou na limpeza dos outros cômodos e bote a máquina de lavar para trabalhar pra você. Se tiver roupa seca no varal, é hora de guardar. Se tiver roupa lavada na máquina, é hora de pendurar! 😀

Se sua casa tem mais cômodos dos que citamos aqui, as dicas são as mesmas para aumentar sua produtividade na limpeza da casa. Você só vai ter um trabalhinho a mais para limpar, mas tá tranquilo. Lembre-se: quanto maior a casa ou apê, mais trabalho você vai ter. Ou você pode dar esse trabalho pra gente! Vamos AMAR te ajudar na organização da casa e, pra gente, essas dicas aqui nem vão contar, porque gostamos de caprichar, e caprichar, e caprichar…

Toda casa tem fogão. Pode ser grandão, do tipo industrial, ou daqueles portáteis, com uma boca só. Não importa o tipo. O fato é que ninguém fica sem ele em casa e, no fundo, no fundo, não tem nada melhor que preparar uma comidinha rapidinho na hora que a fome pega, não é? 😀 Mas fogão sujo ninguém quer. Por isso, reunimos aqui as principais dicas de como limpar fogão, para que você garanta uma cozinha sempre limpa e gostosa de se estar com quem é importante pra você.

Dica #1 – Fica frio

O primeiro passo antes de limpar qualquer fogão é se certificar de que não tem nada quente: nem as chamas, nem as grades, nem a superfície. Outra dica para limpar seu fogão é tirá-lo da tomada e fechar a saída do gás, seja ele de parede ou de botijão, só pra garantir que nada dê errado durante o processo de limpeza. Com fogo não se brinca e todo cuidado é pouco 🙂

Dica #2 – Tudo separadinho

Depois de garantir a segurança, é hora de desmontar a parte superior do seu fogão. Retire as grades, queimadores (ou chamas) e as tampas que os acompanham, se tiver. A dica aqui é já lavar essas partes separadamente, pois, enquanto elas secam, você termina a limpeza do fogão em si. Mas aguarde todas as peças esfriarem antes de lavá-las, tá? Dessa forma, você evita rachaduras nas grades por conta do choque térmico. Bom, vamos dar uma pausa, então, pra falar dessas peças que vão precisar de cuidado:

Dica adicional – Como lavar as peças do fogão

Todas essas peças desmontáveis dos fogões são partes que engorduram bastante e, geralmente, entram mais em contato com os alimentos. Por isso, é importante esfregá-las com uma buchinha de lavar louças e detergente neutro. Se houver qualquer tipo de ferrugem, utilize uma esponja de aço com detergente. Agora, se houver muita, muita coisa mesmo impregnada nas peças, uma ideia é deixá-las de molho submersas em água morna com detergente, para já ir amolecendo antes o que você vai precisar esfregar depois.

Voltando à limpeza do fogão

Com as peças separadas, a superfície do seu fogão vai ficar livre para você limpá-la. Pegue uma esponja macia, água morna e sabão neutro. Você vai ter que esfregar até remover toda a sujeira e gordura. Depois, com um pano úmido, retire todo o excesso de sabão que ficou.

UM RECADO IMPORTANTE: não jogue água, ok?

A água vai acabar caindo dentro do seu fogão e demorar pra secar, e com o tempo pode enferrujar as partes internas do seu fogão. Continuando: removido o excesso de sabão, volte com um pano seco, sem fiapos, secando a parte superior por completo. Depois, você já pode voltar com os queimadores e a grade bem sequinhos.

Dica #3 – Limpinho por fora

O trabalho mais pesado de limpeza do fogão já terminou. A partir de agora, fica mais fácil: é hora de limpar as laterais e a frente do seu fogão. Com um pano úmido e um pouco de detergente neutro, remova a sujeira e a gordura. Se precisar esfregar alguma parte com uma buchinha, lembre-se de usar o lado macio dela (aquele amarelinho, sabe?) e limpar com carinho, para não arranhar seu fogão. Depois, com um pano seco, volte removendo qualquer marca ou espaço úmido e pronto! O exterior do seu fogão já estará todo limpinho e pronto pra uso. Mas o serviço ainda não acabou (ufa!).

Dica #4 – Limpinho por dentro

Temos que cuidar também das partes internas do fogão, dependendo do modelo dele. Se seu fogão for um cooktop, sua tarefa vai até a Dica #3. Mas se for fogão de chão (ou de piso, como chamam por aí), daí o trabalho continua. Sugerimos que já faça a faxina completa no fogão, incluindo o forno também. Para garantir um forno limpinho, remova as grades e siga o mesmo procedimento da Dica #2, quando você limpou as peças móveis do fogão (lembra?). Depois, use uma solução de água e vinagre com um pano úmido e limpe toda a parte interna do seu forno. Veja aqui como usar o vinagre na limpeza da casa.

Parece muito complexo garantir um fogão limpo, mas não é. A melhor solução é usar e limpar, pois assim você evita o acúmulo de sujeira. Quanto mais sujo, mas difícil vai ser para limpar, daí você pode considerar pedir um help pra gente. Você já sabe que vamos adorar!

Agora que você já sabe como limpar o fogão, que tal preparar uma omelete com queijo e legumes? A gente ama cozinhar. E você?

Limpar a casa não é tarefa fácil, a gente sabe – mas com nosso help, essa história pode mudar 🙂 Agora, limpar os espelhos… Sim, eles são lindos, ampliam os espaços, dão personalidade aos ambientes e, de quebra, ainda funcionam como espelhos, não é? Mas mantê-los em dia dá um trabalhão! Se você quiser nossa ajuda pra garantir que seus espelhos estejam sempre impecáveis, estamos aqui por você. Mas se você mesma quiser dicas de como manter os espelhos limpos, reunimos aqui as principais delas, pra você deixar sua casa sempre bem cuidada. Vamos lá?

Dica #1 – Produtos para limpar espelhos

Vamos começar pelas dicas de produtos para limpar os espelhos da sua casa. Não precisa de muito para garantir espelhos limpos e cheios de brilho, só de um pano liso e seco (sem fiapos) e um limpa vidros. Você também pode usar álcool ou vinagre diluído em água para garantir um espelho impecável.

Para usar o vinagre, que é um produto econômico e bem versátil, siga as instruções abaixo – e descubra o poder que o vinagre tem neste outro artigo.

  1. misture 1 xícara de vinagre em 3,5 litros de água;
  2. com a ajuda de um borrifador, aplique o produto caseiro em um pano ou em uma esponja macia e passe sobre a superfície dos espelhos com cuidado;
  3. com um pano limpo, sem fiapos, seque os espelhos com movimentos circulares e pronto!

Dica #2 – O que eu não devo usar para limpar espelhos

Produtos como cloro, água sanitária ou amoníaco, lixa ou esponja áspera e panos que soltem fiapos devem ficar longe dos seus espelhos. Esses produtos só vão dar dor de cabeça, então melhor evitar. Se tiver na dúvida de que produto usar, lembre-se: a gente dá um help quando você precisar 😉

Dica #3 – Como limpar os espelhos do guarda-roupa

O guarda-roupa tem um espelho mais limpinho que o espelho do banheiro, portanto é mais fácil de limpá-lo. Use detergente ou um limpa vidros para garantir que esse espelho esteja sempre brilhando, mas lembre-se que você tem que usar um pano limpo e seco para evitar aquelas marcas de água.

Se escolher o detergente neutro, siga a seguinte receita caseira para limpar os espelhos do quarto:

  1. misture 100 ml de água com 5 gotas de detergente neutro;
  2. molhe um pano ou uma esponja macia com esse produto e passe com carinho no espelho;
  3. com um pano seco e limpo, é hora de lustrar seus espelhos;
  4. para finalizar, use cotonetes para limpar os cantinhos dos espelhos.

Dica #4 – Movimentos circulares para limpar e secar

A melhor maneira de garantir espelhos sempre limpinhos é usar os produtos corretos, os panos ideais e fazer movimentos circulares, tanto pra limpar quanto para secar. Um pano ideal para a limpeza de espelhos é o pano de microfibra, pois ele não solta fiapo e já faz uma espécie de polimento no espelho, garantindo o brilho que você deseja.

Exemplo de Pano de Microfibra
Exemplo de Pano de Microfibra

Dica #5 – Limpe seus espelhos pelo menos 1 vez por semana

A melhor forma de garantir espelhos sempre reluzentes e diminuir a sensação de desespero ao enxergar a sujeira neles é separar um dia na semana para limpá-los. Um paninho seco já melhora tudo, porque retira a poeira que se acumula sobre a superfície. Se puder passar seguir as dicas que trouxemos aqui, você vai garantir ambientes ainda mais bonitos. E se precisar de um help nosso para espelhos sempre bem cuidados, é só chamar que vamos aplicar nossas técnicas infalíveis para limpar espelhos e todos os outros cantinhos da sua casa pra você <3

Casa com cortina é outra casa, não é mesmo? As cortinas, além de peças importantíssimas na decoração, são grande aliadas do conforto e bem-estar quando a gente tá em casa. Tá se perguntando o porquê? Bom, elas aliviam a grande luminosidade que vem de fora, mas cumprem um papel importante também na proteção contra ruídos e, sobretudo, na limpeza da casa, porque agem como barreiras contra as sujeiras que tentam entrar em casa por portas e janelas. Só que, cumprindo esse papel de protetoras, as cortinas acabam ficando muito sujas e precisam da nossa ajuda para deixar a casa arrumada do chão ao teto. Vamos às dicas de hoje?

1 – Identificando o tipo de cortina

O primeiro passo é ter consciência do tipo de cortina da sua casa. Tem muitos tipo, como as cortinas de tecidos, como algodão, seda, tafetá, veludos, dentre outros e as cortinas de plástico, mais comum em persianas, por exemplo, além das venezianas, que vamos considerar aqui um tipo de cortina também – por que não? Que tipo você tem em casa? Já sabe nos dizer?

2 – Para cada tipo de cortina, uma ação

Bom, se sua cortina é de tecido, aqui vão algumas dicas de como deixá-las limpinhas, limpinhas, e com o cuidado devido para garantir mais vida útil para elas: se o tecido for algodão, você pode lavar em casa mesmo, na máquina de lavar, mas em vez de sabão em pó comum, use detergente neutro para evitar manchas; depois, seque sua cortina bem esticadinha para evitar as marcas e pronto! Faça isso de 6 em 6 meses, ou quando perceber que ela precisa de um trato, e você já garante uma cortina de algodão sempre com cara de nova!

Se sua cortina é de seda, tafetá ou de veludo, nossa dica é lavar sua cortina a cada 6 meses numa lavanderia. A gente sabe que fica mais caro do que lavar em casa, mas pensa só no prejuízo se você decidir lavar por conta própria e estragar o material? #fikadika

Agora, se sua cortina é uma persiana, não importa se de plástico, madeira ou tecido, daí não dá pra ficar desmontando pra lavar, não é? Nesse caso, a dica é limpar sua cortina persiana de tecido com aspirador de pó e, se estiver muito suja, usar um pano úmido com água. Contratar mão de obra especializada também pode ser uma boa opção ou, então, pedir um help pra gente.

Sabão em pó, cloro ou outros produtos químicos devem ser evitados, afinal ninguém quer uma cortina manchada, não é?! 😉

Por fim, se você se esconde do sol com uma veneziana, a dica é passar em toda a superfície do metal uma buchinha úmida com detergente neutro, depois um pano úmido para tirar o excesso e, por fim, outro paninho seco. Agora, se for de madeira, daí você já vai direto para a parte do pano úmido, mas nesse caso só com água mesmo, para não danificar o material.

3 – De quanto em quanto tempo eu preciso limpar minha cortina

Já demos vários spoilers acima, mas, na verdade, não existe resposta certa pra essa pergunta. A limpeza das cortinas depende do ambiente onde elas estão: se tem muito pó, poeira ou sujeira, você vai precisar limpá-las ou lavá-las com mais frequência, e daí pode variar de 1 vez por semana a 1 vez por mês. Agora, se sua casa não fica na beira de uma estrada de chão, nem em frente a uma avenida de uma capital, daí um prazo legal pode variar de 3 a 6 meses. Uma dica que a gente dá é “balançar” sua cortina durante a faxina semanal, se possível. Você sacode a poeira (literalmente) e garante um tempinho a mais de cortina limpa.

Curtiu as dicas de como deixar as cortinas em dia, mas achou trabalhoso demais? Não se preocupa! Chama a gente que te ajudamos a deixar não só sua cortina como nova, mas sua casa inteirinha!

Acredite: o chão da sua casa diz muito sobre você. O estilo, o material escolhido, o modelo de aplicação, a cor, o formato. E a limpeza, é claro! Se precisa de um help para descobrir como limpar o chão da sua casa, aqui você vai encontrar – se sua escolha foi porcelanato, nesse caso 🙂 Ah, não foi? Tudo bem! A gente vai trazer outras dicas de como cuidar dos pisos, independentemente do material. É só seguir nosso blog pra ficar por dentro das nossas ideias.

Mas vamos lá: “como eu limpo o porcelanato da minha casa?” é uma dúvida bastante frequente que chega por aqui. Pra começar, é preciso identificar o tipo de porcelanato que você tem em seu lar: polido, acetinado, fosco, amadeirado. Esses tipos são os mais comuns e, a partir de agora, vamos te explicar como limpar cada tipo de piso.

Como limpar piso porcelanato polido

Piso de Porcelanato Polido

O porcelanato é um dos revestimentos mais usados hoje em dia em obras e reformas. Para garantir a limpeza correta do seu piso porcelanato polido, siga essas dicas simples:

  1. remova a sujeira mais grossa com um aspirador de pó ou vassoura de pelos – é isso mesmo: hora de varrer ou aspirar;
  2. depois, prepare uma solução de água com detergente líquido neutro; misture um ao outro e garanta uma água com uma espuminha;
  3. em seguida, passe pano em toda a extensão do chão com um rodo, mas assegure-se de deixar o pano úmido e não ensopado, tá?
  4. por fim, volte com um pano seco, removendo o restinho de água, umidade e qualquer sujeirinha que encontrar pelo caminho.

Como limpar piso porcelanato acetinado

O porcelanato acetinado é o que fica entre o fosco e o porcelanato com brilho. As dicas de limpeza desse tipo de piso são as mesmas do modelo anterior. A diferença é que o piso acetinado tem maior poder de absorção de água e, por isso, você não precisa do passo 4, que é voltar com um pano seco por todo o ambiente. Menos tempo limpando, mais tempo curtindo a casa limpinha 😉

Como limpar piso porcelanato fosco

Piso de Porcelanato Fosco

O porcelanato fosco é aquele tipo de piso frio que não apresenta nenhum brilho, como o próprio nome sugere. Ele é bastante usado em áreas externas por conta dessa característica, inclusive, e, por isso, acaba pedindo uma limpeza mais pesada. Se bem que hoje, com as casas e apartamentos no estilo urbano, ele tem migrado para as áreas internas, o que cria um ambiente descolado e despojado, diferentemente do brilho chique e cheio de classe dos porcelanatos brilhosos. Para limpá-lo, siga as dicas:

  1. com uma vassoura ou aspirador de pó, remova a sujeira maior, que vai estar bem disfarçada em seu piso;
  2. com um balde cheio d’água, um pano de chão e um rodo, cubra toda a extensão de chão, passando o rodo pra lá e pra cá, até terminar. É importante nessa etapa que lave o pano algumas vezes, para garantir que ele esteja sempre limpinho para as novas áreas que for limpar;
  3. se for área externa, aproveite a luz do sol para secar; agora, se estiver dentro de casa, o melhor mesmo é voltar por toda a área revestida com um pano seco. Depois, é só jogar a água suja do balde fora e descansar!

Como limpar piso porcelanato amadeirado

Piso de Porcelanato Amadeirado

Uma das opções mais escolhidas para substituir o piso de madeira tradicional ou o piso laminado de madeira, o porcelanato amadeirado é versátil, bonito e bastante durável. Para limpar, basta usar água e sabão neutro, seguindo os passos que já ensinamos um pouquinho antes. Não tem erro! É limpeza de porcelanato facinha de fazer, mas se tiver precisando de uma ajudinha para garantir um porcelanato limpo, limpinho mesmo, estamos a poucos toques de distância, bem aí no seu celular. É só pedir um help!

Sabe aquela sensação boa de satisfação quando você entra em casa e percebe que está tudo arrumadinho? Que tá tudo no lugar que devia estar… Que tá tudo limpinho: sem louça na pia, sem roupa pra lavar, sem sapato jogado nos cantos, sem almofada no chão, sem pó na estante. E, pra ser mais otimista, com cheirinho de casa limpa, com o chão um brilho só, com plantas bem verdinhas, com tapetes sem pelos, nem fios, nem poeira. E aí, imaginou? É ótimo, né! 😀

Você não precisa ser especialista ou personal organizer para descobrir como deixar a casa em ordem. Neste post, vamos trazer 10 dicas de como deixar a casa arrumada e dicas de como organizar a casa de um jeito que esses sentimentos de prazer e de alegria façam mais parte do seu dia a dia.

Dica #1: No quarto, use seu guarda-roupas a seu favor

O ideal é deixar tudo sempre organizado do lado de dentro e de fora. Você vai logo perceber o tempão que economizamos quando as coisas estão no lugar que deveriam estar. Maaaas se você é do tipo que não consegue se organizar assim, é melhor que a bagunça do dia a dia fique escondidinha dentro do seu armário. A dica, então, é separar um espaço exclusivo pra ela – um “lugarzinho da bagunça”, como vamos chamar – um cantinho para jogar tudo lá, em vez de deixar o armário inteiro desorganizado. Ah, o melhor é que a cama, o chão, a cômoda e tudo mais que tiver no seu quarto vão ficar livres das peças soltas pra lá e pra cá.

Dica #2: Ainda no quarto, habitue-se a arrumar a cama como primeira tarefa do dia

Não gasta nem 1 minuto, de verdade! Não precisa montar cama de hotel, tá? Mas se quiser, você pode ler essas nossas dicas de como arrumar cama igual de hotel. Mas não é esse o caso hoje. Pra ser mais simples, basta colocar seu travesseiro no lugar, ajeitar o lençol, esticar a colcha sobre a cama e arrumar daqui e de lá. A Revista Casa e Jardim trouxe um artigo bem legal sobre os motivos de arrumar a cama todos os dias pela manhã. Vale dar uma olhadinha! Então, propomos um desafio: cronometre quanto tempo você leva para arrumar sua cama. Você vai logo perceber que não dá trabalho nenhum e sua casa ganha outro ar.

Dica #3: Na sala, evite acumular muitos suvenirs, livros (objetos que você vai precisar limpar)

É uma delícia colecionar objetos, coisas importantes pra gente, que simbolizam uma viagem, lembram alguém, um presente, um momento especial. Mas lembre-se: tem que limpar 🙂 Por isso, a dica é pra você aprender a otimizar seu tempo na faxina. Mantenha à vista só o que é realmente crucial para a decoração ou o que tenha muito valor sentimental. Tirar pó de objetos e móveis é uma parte demorada da limpeza. Agora, se você é como a gente e gosta de guardar várias lembranças, mas não quer perder tempo limpando peça a peça, chama a gente que vamos dar um help pra você.

Dica #4: Ainda na sala, espalhe os objetos

Na dica anterior, falamos sobre ter muitos objetos decorando a sala: quadros, porta-retratos, suvenirs e por aí vai. Se esse é o seu caso, uma dica de organização dos objetos é espalhar todos eles pela sua casa: sala, cozinha, banheiro, quarto, varanda e onde achar que combina mais. Amontoar um monte de coisa em um só lugar dificulta a limpeza daquele espaço. E, se pensar bem, nem fica muito legal, né?

Dica #5: Na cozinha, explore prateleiras, nichos e organizadores

Lembra dos objetos das dicas anteriores? Eles incluem decoração, mas também os potes, frascos, vidros de tempero, utensílios de cozinha que você deixa expostos. Que tal adotar os nichos ou prateleiras para organizar esses itens? Fica moderno., bonito, e bem mais fácil de limpar! Se não quer furar parede com esses móveis charmosinhos, não tem problema: caixas organizadoras são bem chiques e tem muitos modelos por aí. É só procurar 😉

Dica #6: Ainda na cozinha, use os espaços escondidos a seu favor

Assim como no quarto, a cozinha geralmente tem muitos armários e gavetas que vão te ajudar. Em vez de deixar potes, latas e comidinhas espalhados nos balcões, pias e prateleiras externas, use os espaços fechados dos armários para evitar muita poluição visual. Muita coisa solta deixa o ambiente carregado e com sensação de bagunça. Pense assim: “como eu posso distribuir alimentos e utensílios na minha cozinha para me organizar?”.

Dica #7: No banheiro, organize produtos de higiene por tipo, tamanho e cor

O banheiro é outro ambiente cheio de coisa: potinhos, vidros, maquiagem, itens de higiene pessoal que não acaba mais. E como são várias coisas, bagunçar é bem fácil. A dica de organização para o seu banheiro hoje é separar os tipos de itens: perfumes com perfumes; maquiagem com maquiagem; produtos de limpeza facial com outros produtos para o rosto. Cremes de corpo e de cabelo podem até ficar juntos, mas você pode pensar num sistema de organização por tamanho e cor – e deixar ao alcance das mãos aquele que você usa mais.

Ah, e que tal separar também os itens que não são de uso diário, como os estoques de sabonete, papel higiênico e outros produtos que você só vai usar quando o anterior acabar? Existem dezenas de possibilidades de organizar os armários do seu banheiro. Descubra aquelas que mais funcionam combinam com você.

Dica #8: Ainda no banheiro, deixe a bancada livre de objetos pessoais

Complementando a dica anterior, dá uma sensação de limpeza e organização deixar a pia livre de objetos espalhados. Escova, pasta de dente, pentes e escovas de cabelo, fio dental e aquele creme que você mais usa são os itens mais comuns em uma pia. Acertamos? 🙂 Que tal comprar uma caixinha organizadora que combine com o material da sua pia e deixar tudo guardado ali? Se não tiver espaço, considere uma gavetinha só para esses itens. Ah, sua pia não tem gaveta? Tudo bem também! Você ainda pode estudar a ideia de colocar um armário espelhado na parede, para o acesso ficar mais rápido, e concentrar ali tudo o que você mais usa. O segredo aqui é tirar a baguncinha do dia a dia da pia. Você vai ver que sensação gostosa de banheiro limpo que dá 😉

Dica #9: Na varanda, explore espaços vazios e detalhes de decoração

A varanda é um lugar bem gostoso de uma casa, mais ainda em um apê. E, independentemente do tamanho dela, é importante planejar a distribuição dos móveis, plantas e objetos de decoração. Priorize espaços mais amplos para a locomoção e evite amontoar móveis e quadros, já que geralmente as varandas e sacadas são abertas e sujam 5 vezes mais que o interior do seu lar. As plantinhas sempre estarão lá. Cuide bem delas para que fiquem viçosas e bem verdinhas – assim você evita folhas secas e mais coisas ainda para limpar.

Dica #10: No quintal, cuide da grama, das plantas e dos bichinhos de estimação

Para quem tem animais de estimação, o cuidado dentro e fora de casa dobra: pelos, brinquedinhos espalhados, xixi e cocô. Esses são só alguns exemplos do que nossos pets podem deixar de rastro pra gente limpar. A dica aqui é dedicar um lugar específico para as necessidades dos cachorros e gatos e lembrar de guardar os brinquedinhos (deles ou das crianças) em caixas, que merecem um cantinho também para ficar.

Espaços com gramas são lindos num quintal ou jardim, mas eles dão um trabalhinho extra na hora de faxinar. Recolha as sujeiras maiores uma vez por semana, como folhas secas, e aparece a grama uma vez por mês.

Gostou das dicas de organização que trouxemos pra você? Não importa se casa ou apartamento, elas vão fazer você chegar em casa e se sentir dentro de um lar. E vão aumentar a vontade de “chegar logo”, de curtir a casa sempre organizada, de levar uma vida mais leve e prazerosa. Mas peraí: não sabe nem por onde começar? Pede um help pra gente! Vai ser uma delícia visitar seu lar.

Neste artigo, vamos trazer dicas para te ajudar a limpar seu sofá, informações e recursos importantes para você fazer esse móvel durar, e durar, e durar… Agora, se você quer dicas de como cuidar melhor do seu sofá, não perca esse outro artigo da série. Mas vamos ao assunto de hoje:

Dica #1: Lenços umedecidos, água e outros produtos simples podem ajudar

Limpar o sofá pode ser mais fácil do que você imagina. Pra começar, pegue uma fita adesiva, corte um pedaço de 10 cm mais ou menos, enrole sobre os seus dedos e pode começar: bata a mão pra lá e pra cá, para que fios de cabelo e pelos do seu cachorrinho ou gatinho grudem na fita. Depois disso, pegue um lencinho umedecido em água para eliminar a poeira que restar. Passou nele todo? Pronto! Agora é só dar um tempinho para secar.

Dica #2: Receitas caseiras para eliminar o mau cheiro

Anote os produtos que você vai precisar: 1 borrifador, 1 litro de água, 50 ml de álcool, 1 colher de sopa de bicarbonato de sódio, 10 ml de vinagre e 1 colher de sopa de amaciante de roupa. Misture tudo e aplique em seu sofá com uma distância de 40 cm, aproximadamente. Mas se liga: essa dica é para sofás de tecidos e vale sempre dar uma olhada nas dicas de cuidado com o produto antes de adotá-la nos cuidados com o sofá.

Dica #3: Aspirador de pó: melhor não há!

Eles são grandes amigos da limpeza. Não importa o tipo, o aspirador de pó pode ser um aliado e tanto na limpeza do sofá, pois sugam todo tipo de pó, poeira, cabelos e pelos indesejáveis. Ah, e pode usar à vontade: todo dia, toda semana, uma vez por mês. Esse eletro não tem contraindicações para sofás de tecido.

Dica #4: Para cada tecido, uma limpeza diferente

Tem sofá de camurça, sofá de suede, sofá de linho, de tecido, de couro. Nossa! Como tem tipos e tipos de sofás. E cada um deles pede um tipo de limpeza de diferente. Vamos entender melhor?

  • sofás de linhos, tecido e camurça: misture 1 litro de água com 250 ml de vinagre branco e, com um paninho úmido, limpe e deixe seu sofá secar naturalmente;
  • sofás de couro ou courino: misture água com um pouquinho de detergente neutro e limpe o sofá com delicadeza; um espanador também é uma boa opção para o dia a dia, para não danificar o sofá. Mas se você puder contratar uma empresa especializada em limpeza de sofás de couro, ainda melhor, pois há muitos tipos de couro e eles vão saber a melhor técnica para hidratar o tecido e como aumentar a vida útil do seu sofá;
  • sofá de camurça: esse tecido é delicado para a limpeza, então use apenas um pano úmido com água; se a sujeira for muita, adicione um fio de detergente líquido na limpeza para ajudar ou também considere um empresa de limpeza de sofás;
  • sofá de suede: esse tipo de tecido permite usar um combinado de água e detergente neutro e uma escovinha de cerdas bem macias para limpar o seu sofá. Passe com carinho, gentilmente, e depois é só esperar secar.

Dica #5: Diarista, vem me ajudar!

Ufa, achou difícil o processo de cuidar do sofá? Essa dica é a mais simples de todas: que tal pedir uma ajudinha para uma diarista? Com certeza, ela vai dar um trato especial no seu sofá. Você também sempre pode pedir um help pra gente, tá? Estamos sempre aqui pra ajudar você.